Alagoinhas está em 3° lugar com a melhor governança, eficiência fiscal e transparência da Bahia


23 de novembro de 2022, 22:24

A Prefeitura de Alagoinhas concorreu na categoria Governança, Eficiência Fiscal e Transparência na etapa estadual do Prêmio Band Cidades Excelentes 2022, certificado pelo Instituto Áquila, que traz reconhecimento para municípios que se destacam em gestões que contribuem para a qualidade de vida da população. A premiação foi anunciada em solenidade na noite dessa quarta-feira (23), na sede da emissora na capital baiana, Salvador.

 

A cidade foi destaque entre os 417 municípios baianos e concorreu com a cidade de Barreiras e a capital Salvador e ficou em terceiro lugar. O prefeito Joaquim Neto ressaltou a importância da premiação e da participação dos servidores para essa conquista.

 

 

“Eu quero destacar o orgulho que tenho por levar Alagoinhas a ser uma das três cidades mais importantes em transparência, governança e eficiência fiscal da Bahia, ainda mais disputando com cidades como Salvador e Barreiras. Nós que pegamos a cidade com a nota de 2,2 em transparência dada pelo Tribunal de Contas do Municípios da Bahia, hoje temos uma nota 9,44. Nosso compromisso é com o uso responsável do recurso público, com a administração pública de qualidade e, principalmente, com a transparência de tudo o que fazemos para a nossa população”, comemorou o gestor.

 

 

Essa é a segunda edição da premiação, que foi criada com o objetivo de incentivar o desenvolvimento e a melhoria da realidade de municípios brasileiros. Essa iniciativa reconhece os bons exemplos de gestão pública em todo país.

 

A premiação
A iniciativa é uma parceria do Grupo Bandeirantes de Comunicação com o Instituto Áquila. “Com o Prêmio Band Cidades Excelentes reafirmamos o compromisso em participar cada vez mais do cotidiano da população. É o momento de evidenciarmos boas práticas e propostas inovadoras que vêm contribuindo para a qualidade de vida do povo brasileiro, para que essas soluções de sucesso sejam disseminadas e aplicadas em outras partes do país”, pontua Augusto Correia Lima, diretor regional da Band Nordeste.

 

Seis pilares foram utilizados para avaliar as cidades que disputaram o reconhecimento. São eles: Governança, Eficiência Fiscal e Transparência; Educação, Saúde e Bem-estar; Infraestrutura e Mobilidade; e Sustentabilidade, Desenvolvimento Socioeconômico e Ordem Pública. Os municípios foram classificados pelas seguintes categorias: até 30 mil habitantes, de 30 a 100 mil habitantes e mais de 100 mil habitantes.

 

 

← voltar

 

Para queixas, sugestões e elogios, clique aqui.