Hino | Prefeitura de Alagoinhas

Hino

O Hino de Alagoinhas foi escrito em junho de 1927 pelo poeta e jornalista João Pinho e musicado pelo maestro Luiz Paulo de Santa Izabel. O Hino foi executado pela primeira vez em 27 de novembro do mesmo ano.

HINO DE ALAGOINHAS

Letra de João Pinho
Música de Luiz Paulo de Santa Izabel

I
No diadema da Pátria adorada,
Como jóia brilhante gracil,
ALAGOINHAS será apontada
Para honra do nosso Brasil.

Coro
Ao trabalho, à luta gigante,
Na conquista suprema do bem,
Sempre unidos marchemos avante
Que a vitória depressa nos vem.

E cantemos com ardor,
Sob o céu primaveril,
Hosana a ALAGOINHAS,
A Bahia e ao Brasil.

II
Na planície suave, ondulante,
Bafejada de brisa sutil,
Se distante formosa e constante
Devotada ao amor do BRASIL

Coro
Ao trabalho, à luta gigante,
Na conquista suprema do bem,
Sempre unidos marchemos avante
Que a vitória depressa nos vem.

E cantemos com ardor,
Sob o céu primaveril,
Hosana a ALAGOINHAS,
A Bahia e ao Brasil.

III
Da BAHIA será filha ditosa
Que mais louros na fronte terá,
Pois seus filhos a farão orgulhosa,
No labor que o progresso trará

Coro
Ao trabalho, à luta gigante,
Na conquista suprema do bem,
Sempre unidos marchemos avante
Que a vitória depressa nos vem.

E cantemos com ardor,
Sob o céu primaveril,
Hosana a ALAGOINHAS,
A Bahia e ao Brasil.

IV
Do caminho seguro, confiante
No progresso que abraça febril,
Vai marchando altaneira, anelante,
Pela glória do nosso BRASIL.

Coro
Ao trabalho, à luta gigante,
Na conquista suprema do bem,
Sempre unidos marchemos avante
Que a vitória depressa nos vem.

E cantemos com ardor,
Sob o céu primaveril,
Hosana a ALAGOINHAS,
A Bahia e ao Brasil.