Combate à Dengue: Prefeitura intensifica ações nos bairros da cidade | Prefeitura de Alagoinhas

Combate à Dengue: Prefeitura intensifica ações nos bairros da cidade


5 de julho de 2019, 17:36

A Prefeitura intensificou, esta semana, as ações de combate à dengue no município. Com equipes trabalhando em campo inclusive aos finais de semana, como estratégia para evitar o número de casas fechadas vistoriadas por agentes de endemias, e uma força-tarefa estruturada para executar bloqueios nas áreas onde foram registrados maiores índices de infestação do mosquito, a Vigilância Epidemiológica segue monitorando o número de casos e atuando para diminuir as métricas.

Segundo a coordenação de endemias do município, a Prefeitura já realizou bloqueios em Santa Terezinha, Praça Kennedy, Inocoop III, centro, Papagaio, Silva Jardim e Cachorro Magro. Na última semana, as equipes estiveram também na região de Pinto Aguiar e, nos últimos dias, na Rua 10 de Novembro.

Foto: Divulgação/SESAU

As ações não são isoladas. De acordo com a Vigilância, os bloqueios funcionam a um raio de 100 metros de cada residência em que foi registrado o caso confirmado e os agentes demarcam a localidade justamente para atuar no perímetro, minimizando os riscos de contato da população com mosquitos possivelmente contaminados.

Além de eliminar possíveis criadouros, a equipe atua com bombas motorizadas, trabalhando na pulverização espacial de inseticida em logradouros adjacentes às áreas onde foram confirmados casos de dengue.

Foto: Roberto Fonseca

Embora tenha registrado 50 notificações, no mês de junho, Alagoinhas contabilizou 11 casos positivos para Dengue, e apenas 4, em maio. No mesmo período, nenhum caso de Zika Vírus ou Chikungunya foi confirmado no município.

Os agentes de endemias, entretanto, seguem em alerta. Isso porque um levantamento divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) aponta que os casos notificados de Dengue na Bahia aumentaram significativamente, no primeiro semestre deste ano, com mais de 40 mil notificações em 345 cidades.

Em Alagoinhas, os números não caracterizam epidemia, mas a Vigilância informou que a estratégia para prevenir a reprodução rápida é unir esforços, conscientizar a população, sobretudo no que se refere à eliminação de focos do mosquito, no período chuvoso, e intensificar ações nos bairros da cidade.

Foto: Roberto Fonseca

A Vigilância comunicou ainda que vai intensificar também as palestras nas escolas. Ações integradas com agentes de endemias, Comissão de Mobilização, Prevenção e Controle da Dengue e comunidade serão realizadas continuamente no município.

 

 

← voltar

 

Para queixas, sugestões e elogios, clique aqui.