DIA DA ÁRVORE: Prefeitura promove ação de educação ambiental com alunos da Escola Municipal Eraldo Tinoco de Melo | Prefeitura de Alagoinhas

DIA DA ÁRVORE: Prefeitura promove ação de educação ambiental com alunos da Escola Municipal Eraldo Tinoco de Melo


21 de setembro de 2019, 12:48

Visando à promoção de ações sustentáveis e levantando discussões sobre atitudes que podem impactar diretamente na conservação da flora e no equilíbrio dos ecossistemas, a Prefeitura antecipou, este ano, as comemorações do Dia da Árvore, e reuniu alunos da Escola Municipal Eraldo Tinoco, no bairro de Santa Terezinha, para uma iniciativa de ordem prática na data simbólica: a unidade escolar, que desde o início do mês conta com um projeto de educação ambiental, convocou os estudantes a apresentarem desdobramentos das ações iniciadas nas salas de aula.

O resultado chegou em forma de música, poesia, palavra compartilhada entre os colegas da turma, na manhã da última sexta-feira (20).

Foto: Roberto Fonseca

“A árvore merece a nossa estima sincera”, recitou um dos estudantes. Paulo André Santos Silva, de 11 anos, disse que aprendeu muito sobre “atitudes para não acabar com a vida do planeta”.

Junto com ele, os alunos que pintaram, contaram, cantaram e levantaram a bandeira da preservação, na escola, se tornaram pequenos “soldados da natureza”, princípio ativo para o desenvolvimento de práticas sustentáveis.

Foto: Roberto Fonseca

A ação foi marcada também pelo plantio de uma nova espécie na área verde da unidade escolar: nativa da América do Sul, o gênero Bougainvillea, popularmente conhecido como “Primavera”, chegou a partir de uma proposição coletiva para abrir nova estação na escola municipal.

Foto: Ana Simono

“O Floresta Escola, desenvolvido nessa unidade de ensino, é um dos projetos que constituem o Programa Alagoinhas 3+, que tem como objetivo criar um ambiente escolar propício às práticas da Educação Ambiental. O Dia Mundial da Árvore nos chama a atenção, mais uma vez, para a urgência de se discutir preservação, recuperação de áreas degradadas, conservação do meio ambiente. Em Alagoinhas, o que buscamos foi não apenas propor uma ação pontual, mas promover o plantio simbólico em uma unidade que vai contar com as ações do projeto não apenas em um dia específico. Serão ações continuadas, e a escola é, de longe, o lugar mais adequado para essas práticas, porque nesses espaços conseguimos formar multiplicadores”, ressaltou o secretário municipal de desenvolvimento econômico e meio ambiente, José Edésio Cardoso, que salientou também a relação direta entre ações sustentáveis, conservação dos recursos naturais, saúde e qualidade de vida.

Foto: Roberto Fonseca

O secretário municipal de educação, Jean Afonso, que também participou da iniciativa, falou sobre as relações múltiplas que se estabelecem no processo de educação e provocou o interesse das crianças perguntando sobre os verbos envolvidos no ato de cuidar do meio ambiente. “As atividades desenvolvidas a partir do projeto incitam a reflexões sobre meio ambiente, sobre cuidado e preservação, mas também sobre aspectos fundamentais do educar. O projeto é importante pelo plantio, pela consciência ambiental, mas também porque promove a troca, a interação, o diálogo e o compartilhamento enquanto partes essenciais do processo de aprendizagem. Fico feliz em saber que a parceria entre secretarias municipais, unidades escolares, educadores, gestores, equipes técnicas, possibilite que isso aconteça”, afirmou o gestor da pasta.

Foto: Roberto Fonseca

O foco do projeto, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente (SEDEA), com apoio da Secretaria Municipal de Educação (SEDUC), faz alusão à criação de uma “floresta dentro da escola”, e chama a atenção das crianças para o papel das espécies nativas, o plantio, a conservação dos recursos naturais e a conexão entre os elementos de um habitat, sempre levantando reflexões quanto à responsabilidade ambiental.

Para a diretora da Escola Municipal Eraldo Tinoco de Melo, Railva Valverde, “quando se traz um projeto como este para dentro da escola, onde as crianças participam efetivamente, isso cria uma identidade com reflexões sobre o meio ambiente que extrapolam os muros da sala de aula”.

A SEDEA informou que novas ações de plantio, com alunos da rede municipal, e também com a comunidade, devem continuar sendo realizadas, porque geram envolvimento direto e sensibilizam a população sobre o cuidado com a natureza. A secretaria informou ainda que a previsão é expandir o projeto de educação ambiental e contemplar também outras unidades de ensino, tanto da zona urbana quanto da zona rural, com a iniciativa.

Confira as fotos:

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

 

 

← voltar

 

Para queixas, sugestões e elogios, clique aqui.