JANEIRO ROXO: Prefeitura promove rodas de conversa com agentes comunitários de saúde sobre prevenção à Hanseníase | PREFEITURA DE ALAGOINHAS

JANEIRO ROXO: Prefeitura promove rodas de conversa com agentes comunitários de saúde sobre prevenção à Hanseníase


15 de janeiro de 2020, 17:23

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU), iniciou, nesta quarta-feira (15), um ciclo de rodas de conversa com agentes comunitários de saúde com foco no compartilhamento de experiências e na capacitação para prevenção à Hanseníase.

Foto: Roberto Fonseca

O 1°, entre uma programação de 3 encontros, foi realizado na Faculdade Santo Antônio, e o debate foi conduzido pelo enfermeiro Paulo Márcio, coordenador do programa da Policlínica Municipal, que falou sobre características da doença, sintomas, diagnóstico, tratamento e apresentou um manual de orientações para agentes comunitários de saúde.

“Além de ser uma doença complexa, não causa dor e não sangra. E é uma doença sobre a qual muitas vezes não temos informação. De modo geral, a gente não fala sobre Hanseníase, embora se trate de uma doença de potencial incapacitante”, ressaltou Paulo Márcio, sobre a importância de se discutir formas de prevenção à Hanseníase, de se capacitar a rede de profissionais da saúde para o manejo clínico da doença e de se conscientizar a população.

Foto: Roberto Fonseca

Números do Ministério da Saúde revelam que os casos de pessoas diagnosticadas com Hanseníase cresceram, no Brasil, nos últimos anos, após mais de uma década em queda; em 2016, mais de 25 mil pessoas haviam sido diagnosticadas; em 2017, já eram 28.657 pessoas com o diagnóstico da doença e, em 2018, foram quase 29 mil novos casos diagnosticados.

Em Alagoinhas, a Secretaria Municipal de Saúde aposta na qualificação profissional para o diagnóstico precoce e para a prevenção, com foco na redução do número de incidências. Segundo a secretária Rosania Rabelo, um trabalho de enfrentamento à doença tem sido realizado, com ações intensificadas em janeiro, o mês da campanha nacional. Ainda de acordo com a gestora da pasta, a previsão é que as atualizações de conhecimento dos profissionais da saúde sejam contínuas. “É importante ressaltar também que não se trata de uma iniciativa isolada. Assim como os agentes comunitários de saúde, que atuam na porta de entrada da nossa rede, e por isso realizam um trabalho fundamental junto à população, teremos também, durante todo o mês, capacitações voltadas aos nossos médicos, aos nossos enfermeiros e profissionais da Policlínica, do CAPS e da Unidade de Reintegração Funcional”, destacou Rosania Rabelo.

De acordo com a gestora, o aperfeiçoamento de habilidades e competências, assim como o debate profissional e o compartilhamento de experiências, são parte fundamental do trabalho em saúde e contribuem para uma estruturação cada vez mais eficiente da rede.

Confira o cronograma das próximas rodas de conversa:

 

 

← voltar

 

Para queixas, sugestões e elogios, clique aqui.