Novembro Negro: Prefeitura inaugura sala do Conselho Municipal Afrodescendente nesta sexta-feira (08) | Prefeitura de Alagoinhas

Novembro Negro: Prefeitura inaugura sala do Conselho Municipal Afrodescendente nesta sexta-feira (08)


7 de novembro de 2019, 15:57

Com o intuito de contribuir para concretização dos projetos e políticas voltadas às comunidades negras, nesta sexta-feira (08), a Prefeitura de Alagoinhas inaugura, às 8h, a sala do Conselho Municipal de Desenvolvimento da Comunidade Negra e Afrodescendente de Alagoinhas. O espaço, que está localizado no prédio da Casa da Cidadania, antiga Delegacia, foi reformado e equipado para a realização das atividades do Conselho e também estará aberto para todos os movimentos sociais.

A ação, de acordo com a presidente do Conselho, Ednajara Lima, “representa um ganho muito importante para o Povo Negro”. “Compreendo que lá será local de discussões e lutas de enfrentamento ao rascismo, que ainda é gritante em nosso município”, afirmou.

“É mais um marco. Temos um conjunto de políticas em curso e é uma satisfação fazer parte deste momento em que contribuímos para o fortalecimento da atuação desta importante entidade.Estamos coesos na tarefa de concretizar os projetos voltados às comunidades e populações negras.É solidificar as ações, relacionando com todas as áreas”, enfatizou o prefeito Joaquim Neto.

A inauguração da sala é parte da programação do Novembro Negro em Alagoinhas, que este ano traz o tema “Da escravidão aos dias atuais: Uma História de Resistência e Luta. Realizadas pela Secretraria de Assistência Social (SEMAS),em parceria com a Secretaria de Cultura Esporte e Turismo (SECET) e Comissão de Terreiros do Estado da Bahia, as múltiplas atividades acontecem no Terreiro Mameteu Dicundá, Colégio Luís Eduardo Magalhães, Câmara de Vereadores, Secretaria de Assistência Social e estão ligadas à representatividade e à necessidade política que a história do Brasil seja contada, a partir da participação de toda população.

 

 

 

← voltar

 

Para queixas, sugestões e elogios, clique aqui.