Prefeita interina de Alagoinhas prestigia escritor baiano Antônio Torres, nomeado Doutor Honoris Causa da Universidade Estadual de Feira de Santana | Prefeitura de Alagoinhas

Prefeita interina de Alagoinhas prestigia escritor baiano Antônio Torres, nomeado Doutor Honoris Causa da Universidade Estadual de Feira de Santana


6 de novembro de 2018, 20:30

Em exercício durante a ida do prefeito Joaquim Neto para Portugal, Iraci Gama esteve ontem (5) em Feira de Santana para prestigiar o escritor baiano Antônio Torres, que recebeu o título de Doutor Honoris Causa da Universidade Estadual de Feira de Santana na solenidade de abertura da 16ª Semana de Letras (SEMALET).

“Tendo estudado em Alagoinhas, como declarou no evento, Antônio Torres sempre faz referências à nossa cidade. Quando ele foi para a Academia Brasileira de Letras, eu tive a honra de ir ao Rio de Janeiro pessoalmente para assistir a posse. E o que vimos, na noite desta segunda-feira, foi uma universidade do sertão homenageando um homem do sertão, que é Antônio Torres. Nascido no Junco, região onde é hoje Sátiro Dias, ele vem para Alagoinhas para estudar e é dentro dessa relação que ele vai descobrindo as possibilidades de expressão do pensamento pela linguagem escrita, então é um escritor da região do semi-árido que tem uma relação profunda com essa terra e nós não poderíamos deixar de prestigiá-lo”, destacou a professora, que comentou também sobre a relação com a Universidade de Feira de Santana, instituição em que lecionou na década de 80, logo após a conclusão do mestrado em Educação.

Nesta segunda-feira, imbuída pela memória pessoal das experiências com a coordenação pedagógica da UEFS, que assumiu depois de 1982, quando finalizou o mestrado, e trazendo como bagagem a relação histórica entre o surgimento da graduação de Letras em Alagoinhas e em Feira de Santana, a prefeita interina prestigiou o filho da terra, que ganhou notoriedade mundo afora, e ouviu, do escritor, palavras que dizem sobre a história dele, e que ao falar dele revelam também sobre a literariedade, a cultura, o semi-árido e a formação do leitor literário no interior baiano.

“No tempo em que vivia no interior, era impensável que um dia eu receberia o título de doutor em uma universidade”, afirmou Antônio Torres durante o discurso.

No evento, o escritor relembrou a história contada pela mãe, do primeiro contato com as letras, e compartilhou algumas lembranças para enfatizar a importância do processo de aprendizado com as palavras para a formação do cidadão.

“Ah, que saudades eu tenho da escola na qual se aprendia a ler lendo em voz alta”, pontuou, descrevendo a “corrente rítmica da linguagem” e a qualidade poética sem a qual – segundo o escritor – não se chega à literariedade.

Homenageado em Feira de Santana, ocupante da cadeira 23 da Academia Brasileira de Letras e com mais de 15 livros publicados, o escritor deve voltar, ainda este mês, para o interior da Bahia, onde iniciou os estudos.

De acordo com a professora, em 27 de novembro Antônio Torres estará em Alagoinhas para mais uma homenagem e lança a publicação “Memórias Gamadas”, na I Feira Literária do município.

“Estamos muito felizes com a vinda de Antônio Torres. Será uma linda festa e teremos o membro da Academia Brasileira de Letras sendo homenageado no espaço dedicado a um dos fundadores dessa Academia, que foi Ruy Barbosa. Não temos dúvidas de que será um grande encontro de literatura”, finalizou Iraci Gama.

A Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo de Alagoinhas informou que a programação do evento será aberta ao público.

50 ANOS DE LETRAS - UEFS.

 

 

← voltar

 

Para queixas, sugestões e elogios, clique aqui.