Projeto Floresta Escola amplia espaços verdes e utiliza educação ambiental como ferramenta de transformação | PREFEITURA DE ALAGOINHAS

Projeto Floresta Escola amplia espaços verdes e utiliza educação ambiental como ferramenta de transformação


4 de novembro de 2019, 11:57

Roberto Fonseca / SECOM

A Escola Municipal Eraldo Tinoco foi escolhida como segunda unidade de ensino para implantação do Projeto Floresta Escola, do Programa Alagoinhas 3+, ação integrada da Prefeitura de Alagoinhas que envolve as secretarias de desenvolvimento e meio ambiente – idealizadora do programa – educação e saúde. Os alunos participaram de um processo de alfabetização ecológica, que perpassa pela construção da consciência ambiental, do pensamento sustentável, práticas de economias dos recursos naturais, preservação do meio ambiente e contato com a terra.

Segundo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente (SEDEA), foram plantadas 168 espécies vegetais, dentre elas mudas de Mata Atlântica e de paisagismo, isto sem contabilizar as hortaliças que foram plantadas pelos próprios alunos na horta que a escola acaba de ganhar. “Meu filho é hiperativo e depois que a escola adotou esse projeto ele melhorou bastante na socialização com as outras crianças e também se desenvolveu bastante. Ele chega em casa e fala sobre o que aprendeu. Em casa tem um jardinzinho e agora ele me ajuda”, revelou Gilmara Rodrigues, mãe de aluno.

Heloísa Gomes / SECOM

Além das espécies plantadas a escola ganhou um mini campo de futebol, atendendo aos pedidos dos alunos, parque infantil e área social para o recreio ficar mais divertido ao ar livre. “Eu gostei muito que colocaram umas mesas bem bonitas aqui fora, aí a gente merenda e brinca no mesmo lugar”, contou Tauan Gabriel, aluno.

Roberto Fonseca / SECOM

De acordo com o Art.10 da Política Nacional de Educação Ambiental, esta será desenvolvida como prática educativa integrada, contínua e permanente, de modo que, o processo de transversalidade do ensino formal é adotado pelo município como ferramenta de transformação socioambiental e de construção de cidadãos engajados nas pautas ambientais. “O Floresta Escola engloba uma série de atividades que impactam a comunidade escolar, os pais e a própria comunidade no entorno da unidade escolar”, explica José Edésio, secretário de desenvolvimento e meio ambiente.

Roberto Fonseca / SECOM

Adotar práticas pedagógicas multidisciplinares é uma estratégia adotada pelo município que colabora com a redução da evasão escolar e com a elevação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). “Nós estamos avançando bastante no município a partir de ações integradas como esta. Temos o orgulho de dizer que quase 100% dos alunos realizaram a prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), essa evolução é resultado do trabalho que estamos realizando juntos”, aponta Jean Afonso, secretário de educação.

Roberto Fonseca / SECOM

Para o prefeito Joaquim Neto a construção do saber passa pelo investimento em diversos setores. “Entendemos que o desenvolvimento do aprendizado precisa também da saúde em dias, da formação do pensamento crítico e da cidadania. Por isso estamos não só investindo em infraestrutura, mas também em capital humano, com a qualificação dos professores e atividades lúdicas, como essa, por exemplo”, afirma.

Na Escola Municipal Eraldo Tinoco, o Floresta Escola começou a ser desenvolvido em Fevereiro deste ano. O Planejamento estratégico do projeto contou com formações, oficinas e palestras para pais, professores e alunos, com temas voltados à prática da educação ambiental no ambiente escolar.

Roberto Fonseca / SECOM

 

 

← voltar

 

Para queixas, sugestões e elogios, clique aqui.