Cirurgias eletivas trouxeram mais qualidade de vida para 667 pessoas em Alagoinhas


29 de julho de 2022, 16:21

Entre junho e julho deste ano, o Centro de Cirurgias Eletivas realizou 667 procedimentos cirúrgicos em Alagoinhas. A Secretaria Municipal de Saúde oferta os serviços gratuitamente à comunidade.
*Completando 30 de projeto*, desde a inauguração da unidade, já foram realizadas cirurgias como Colpoperíneoplastia, laqueadura, ooforectomia, colecistectomia, retirada de hérnias epigástrica, inguinal e umbilical; histerectomia total, hernioplastia incisional e vasectomia, além de mais de 1.200 exames de USC e ECC e 139 exames preventivos.

A população de Alagoinhas foi contemplada com um programa de saúde que possibilitou beneficiar pacientes que esperavam há anos na fila do SUS por exames e cirurgias eletivas. A prefeitura, em parceria com a empresa Mais Saúde, conseguiu atender mais de 1.450 pacientes.

Há 02 anos esperando para realizar seu procedimento, Rafaela de Jesus Andrade, 33 anos, passou pela cirurgia de laqueadura e vai poder viver uma vida mais leve e com bem-estar. “Eu tenho seis filhos e procurei o serviço há dois anos, mas não pude fazer por conta da pandemia. Foi quando surgiu o mutirão. Foi no posto do meu bairro que minha enfermeira me avisou, colocou meu nome e deu certo. Fui chamada, fiz todos os exames no Carneirão e agora estou aqui”, comemorou a paciente.

A secretária de Saúde, Laína Passos, afirma que este é um momento de muita alegria e diz que a expectativa é de, nos próximos meses, aumentar a quantidade de atendimentos e permitir que mais alagoinhenses possam realizar suas cirurgias. “Para a gente é motivo de muita alegria trazer de volta ao município de Alagoinhas a realização das cirurgias eletivas, que há mais de 20 anos não eram realizadas aqui. Então, ao longo desses 30 dias, pudemos ver de volta aos rostos das pessoas os sorrisos, a gratidão e é isso que nos move. Esse sentimento é que nos move, o sentimento de fazer acontecer a saúde da população”, agradeceu a gestora.

 

 

← voltar

 

Para queixas, sugestões e elogios, clique aqui.