Fortalecimento da autoestima e cuidado com a saúde mental no Janeiro Branco Delas


18 de janeiro de 2023, 18:50

A Campanha Janeiro Branco visa conscientizar a sociedade sobre a importância dos cuidados com a saúde mental, a fim de prevenir transtornos mentais, como depressão, ansiedade, pânico, entre outras. Tendo em vista que as relações abusivas também causam prejuízos psicológicos em suas vítimas, a Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) realizou, nesta quarta-feira (18), o Janeiro Branco Delas, que aconteceu no Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM), localizado no Centro Integrado de Assistência Social (CIAS), próximo ao terminal coletivo, no Centro da cidade.

“Além de violência física, as mulheres que são atendida pelo CRAM são vítimas de abusos psicológicos diversos, desde intimidação, humilhações e difamações feitas por homens abusadores, em relações tóxicas, assunto que vem sendo cada vez mais abordado na sociedade, já que uma de suas consequências mais trágicas é o feminicídio”, declarou o secretário de Assistência Social Rui Costa Brito.

Um abraço, um afeto e muitas palavras. Em roda de conversa e prosa, as mulheres assistidas participaram, junto com a equipe técnica do CRAM e em parceira com a Secretaria Municipal de Saúde (SESAU), de um rico momento, conduzido pela psicóloga Nedja dos Santos, que atende no CAPS. A ação faz parte da agenda da Coordenação de Políticas para Mulheres do Município.

“Dialogamos sobre as questões sociais que afetam diretamente a saúde psíquica das mulheres nesta sociedade que, por vezes, é misógina, machista e patriarcal. Entretanto, as mulheres que participaram do encontro deram as mãos, buscando estratégias, junto à rede de Proteção à Mulher, para construir pontes para a emancipação feminina”, declarou a psicóloga Nedja, ressaltando a necessidade de integrar as áreas e abranger ainda mais ações.

“Fizemos uma parceria com a coordenação de Saúde Mental do Município e estendemos as atividades para outras mulheres”, informou a coordenadora do CRAM Naiane Cardoso. “A gente percebe que muitas das nossas assistidas trazem demandas e tem uma certa resistência também de procurar ajuda, por isso que a gente pediu também um suporte da assistência da Saúde para desmistificar algumas coisas e proporcionar esse momento, com sorteios, dinâmicas, reforçando a a autoestima e trabalhando essas questões durante a palestra sobre o cuidando com a saúde mental”, complementou.

O fluxo de atendimento para as mulheres que demandem ajuda psiquiátrica e psicológica também foi apresentado durante a tarde, em que a tônica foi o fortalecimento da autoestima das mulheres, finalizando em ritmo de alegria com a mística da dança e da zumba.

SERVIÇO

Caps III, fone: (75) 3422-4019

Loteamento Parque Floresta, S/N – Centro

Atendimento gratuito, com serviços de Enfermagem, Atendimento em Grupo, Atendimento Psiquiátrico, Atendimento Psicológico, Atendimento Terapia Ocupacional, Oficina Terapêutica e Grupo de família.

 

 

 

← voltar

 

Para queixas, sugestões e elogios, clique aqui.